Sociedade

DEBOCHE

Ministra de Temer que queria receber R$61mil por suposto trabalho escravo vai tirar férias

Luislinda Valois, Ministra dos Direitos Humanos do governo golpista de Michel de Temer, que pediu para receber nada menos que R$ 61,4 mil alegando ser vítima de suposto trabalho escravo, vai tirar férias em janeiro.

quinta-feira 4 de janeiro| Edição do dia

Mesmo sem nomear todos os cargos vagos no ministério, Luislinda Valois vai sair de férias entre 7 e 21 de janeiro. Direito que nenhum trabalhador resgatado de situação de escravidão no Brasil tem acesso.

Enquanto a classe trabalhadora brasileira sofre com as adequações da reforma trabalhista, a ministra que debochou de todo o país com uma declaração ridícula e vergonhosa no ano passado, vai utilizar seu mega salário e seus privilégios para descansar.

Luislinda deixará "trabalho" pendente: das 22 cadeiras vazias nas chefias do ministério, nomeou somente seu próprio chefe de gabinete, Rafael Brito.




Tópicos relacionados

Reforma Trabalhista   /    Governo Temer   /    Direitos Trabalhistas   /    Michel Temer   /    Sociedade   /    Direitos Humanos

Comentários

Comentar