Política

SÉRGIO MORO

Ministério de Moro irá comprar 106 mil pistolas para a polícia, aumentando a repressão

O ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, que quer aumentar o aparato repressivo em cima da população, prepara uma compra de 106 mil pistolas, onde irá gastar R$ 444 milhões.

segunda-feira 27 de maio| Edição do dia

Segundo informações de O Globo, O Ministério da Justiça e Segurança Pública prepara uma licitação para adquirir 106 mil pistolas, que serão distribuídas para a Força Nacional e a policiais civis e militares dos estados. A licitação prevê a participação de empresas estrangeiras, algo que não era permitido antes do decreto de armas de Bolsonaro, e tem custo estimado de R$ 444 milhões.

Ainda de acordo com o site, que teve acesso exclusivo ao documento preliminar de licitação, apresentado em 09 de maio, a previsão indica que as armas serão distribuídas da seguinte forma: 15.414 para o Norte, 29.117 para o Nordeste, 34.965 para o Centro-Oeste, 4.560 para a região Sudeste e 22.480 para o Sul. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão subordinado à pasta de Moro, irá comprar 15% das pistolas para abastecer 15 Polícias Militares, dez Polícias Civis, 16 órgãos de perícia oficiais e a Força Nacional, sendo que o restante será custeado pelos estados. O documento definitivo deverá ser lançado no segundo semestre deste ano.

Essa medida dá continuidade da política de Moro em fazer um aparato policial no país mais repressivo e violento, tal como ele deseja a fazer com o seu pacote anticrime que irá dar permissão total para a polícia matar. Em um país como o Brasil onde em algumas cidades o número de mortos pela polícia chega a ser superior do que números de mortos em guerra, o pacote do Moro só vai legitimar essa brutalidade policial. Também mostra claramente que tipo de futuro a juventude pode esperar desse governo, que corta verbas da educação e ataca professores e estudantes, e em meio a um desemprego crescente, que só potencializa a crise social e a violência urbana, não mede gastos com armamento.




Tópicos relacionados

Estado Policial   /    Governo Bolsonaro   /    Sérgio Moro   /    violência policial   /    Política

Comentários

Comentar