Sociedade

LIBERDADE PARA MAITÊ

Militante trans tem casa invadida e é presa arbitrariamente: Liberdade para Maitê Ferreira!

quinta-feira 28 de novembro| Edição do dia

Maitê Ferreira, advogada e militante trans, foi presa na madrugada desta quinta-feira (28) em Mossoró. Após ter sua casa invadida arbitrariamente, foi acusada de forma disparatada por tráfico de drogas, com alegação da polícia de suposta posse de maconha.

Maitê Ferreira, advogada e militante trans, foi presa na madrugada desta quinta-feira (28) em Mossoró. Após ter sua casa invadida arbitrariamente, foi acusada de forma disparatada por tráfico de drogas, com alegação da polícia de suposta posse de maconha.

A guerra às drogas que o Estado brasileiro promove é seletiva em relação aos acusados: uma pequena quantidade de Cannabis (usada para fins recreativos e medicinais em vários países) pode ser mais penalizada do que um helicóptero com 450kg de cocaína pertencente a um deputado estadual e com envolvimento de um senador, em que nada foi feito na investigação. Ou quando o amigo do assassino de Marielle Franco tem 117 peças de fuzis em casa.

Essa prisão é um absurdo, pois se volta de modo autoritário à trajetória de luta de Maitê. Maitê é militante socialista e foi a primeira mulher trans a conquistar um registro profissional de advogada no Rio Grande do Norte. Oferecemos solidariedade à companheira e exigimos a liberdade imediata de Maitê!




Tópicos relacionados

Nordeste   /    Repressão   /    Sociedade

Comentários

Comentar