#28A

Mídia tenta enganar, mas ausência de trânsito em SP comprova imensa adesão à greve

sexta-feira 28 de abril de 2017| Edição do dia

Um (não) trânsito recorde: 1 km de congestionamento em toda a cidade de São Paulo, a capital nacional do engarrafamento. Hoje, pelas ruas da capital paulista, está tudo mais deserto do que em final de Copa do Mundo. O motivo, todo mundo já sabe: a greve contra as reformas de Temer.


Site da CET mostra a completa ausência de trânsito nas ruas de São Paulo às 13:15

Não há trânsito mesmo com tantos atos em diversos pontos da cidade, cortes de ruas e avenidas, e a repressão brutal da polícia contra os manifestantes. De acordo com a própria CET, a média para o horário de 08:30 seria entre 51 e 73km de congestionamento. Hoje no mesmo horário havia 3km de congestionamento, O recorde nesse ano foi em 15 de março, às 09:30, com 201 km. Para que se tenha uma ideia de quão "normal" está o funcionamento da cidade, como repete a mídia histericamente.

O esvaziamento das ruas é a prova de quão desesperada é a tentativa da mídia de dizer que "a greve é pequena", que não há adesão, que tal ou tal setor está funcionando normalmente.

Não há nada de normal no país, e os trabalhadores em luta sabem muito bem disso. Nem toda a campanha da imprensa em defesa das reformas de Temer, contando até com Silvio Santos como garoto-propaganda, serviu para convencer os trabalhadores. Não serão também as mentiras desse dia 28 sobre o suposto "fracasso da greve", fazendo ecoar as palavras do Ministro da Justiça Osmar Serraglio em sua entrevista à CBN, que irão convencer a classe trabalhadora que não foi de uma força estrondosa sua paralisação nesse dia histórico.

As ruas vazias, as fábricas, trens, escolas, universidades, correios, tudo parado. Deve ser o estopim de uma preparação para uma greve geral capaz de derrubar Temer e suas reformas.




Tópicos relacionados

#28A   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar