PEPSICO

Metroviários de São Paulo apoiam luta da PepsiCo

quarta-feira 26 de julho| Edição do dia

Foto: Paulo Iannone/Sindicato

Reproduzimos abaixo a nota do Sindicato dos Metroviários de SP em apoio à luta dos trabalhadores da PepsiCo na Argentina:

Todo apoio à luta dos trabalhadores da PepsiCo na Argentina!

Nenhuma família na rua!

Desde o dia 20 de Junho, os trabalhadores argentinos da PepsiCo Snacks estão encabeçando uma verdadeira batalha de classe na zona norte de Buenos Aires (Argentina). Neste dia 600 famílias foram notificadas com um carta na entrada da fábrica de que a planta seria fechada e todos os trabalhadores demitidos.

A empresa norte-americana, que fabrica produtos como os salgadinhos Elma Chips, Toddy, Gatorade e Pepsi, alega que o fechamento da fábrica foi motivado por uma crise financeira da empresa, que apenas em 2016 teve um lucro líquido de 6,3 bilhões de dólares. Isso mostra que o que está por trás das demissões nada mais é do que a sede de lucros dos patrões que,com o apoio do governo Macri, já levaram milhões de famílias ao desemprego.

No mesmo dia em que Temer aprovava a Reforma Trabalhista no Brasil, o governo reprimia a luta dos trabalhadores na Argentina, tratando com enorme truculência famílias que lutavam para não morrer de fome. A resposta dos trabalhadores foi não recuar nem um milímetro na sua luta. Desde a demissão, os trabalhadores da PepsiCo já receberam apoio de diversas entidades de direitos humanos, estudantis, intelectuais, deputados de esquerda, artistas e categorias como metroviários, gráficos, ferroviários, da saúde, petroleiros, da indústria, jornalistas na própria Argentina e também diversos apoios internacionais.

No dia 18 de julho organizaram uma manifestação com mais de 30 mil pessoas no centro de Buenos Aires fazendo com que o governo Macri, que também tenta aprovar uma Reforma Trabalhista na Argentina, fosse obrigado a recuar nos seus planos. Mandamos do Brasil nosso total apoio à luta dos trabalhadores da PepsiCo na Argentina pois nossa classe não tem fronteiras!!

Leia também: Façamos uma grande campanha no Brasil em apoio à luta de Pepsico na Argentina




Tópicos relacionados

PepsiCo   /    Metrô

Comentários

Comentar