UNICAMP

Metroviários de SP repudiam demissão de terceirizado da Unicamp que falou em assembleia

Reproduzimos abaixo nota do sindicato dos metroviários de São Paulo em apoio à luta pela readmissão de Sidney, trabalhador da Funcamp na Unicamp demitido por falar na assembleia universitária e contra o plano de 330 demissões de trabalhadores terceirizados.

sábado 26 de outubro| Edição do dia

O Sindicato dos Metroviários de SP manifesta seu repúdio à demissão do trabalhador
Sidney Alex da Silva no dia 18 de outubro, que trabalha na creche da Fundação de Desenvolvimento da Unicamp (Funcamp).

Trata-se de uma medida que configura prática antissindical e perseguição política já que Sidney se pronunciou publicamente durante uma assembleia universitária no dia 15 de outubro, três dias antes da demissão, contra a iminente demissão de 330 funcionários, que poderão ter seus contratos de trabalho encerrados em dezembro.

Vários protestos têm ocorrido contra esta postura contra a classe trabalhadora, como o que ocorreu nesta segunda (21) em frente à portaria da Funcamp.

Cobramos a garantia dos direitos aos trabalhadores e a imediata reintegração de Sidney.




Tópicos relacionados

Campinas   /    Unicamp   /    Terceirização

Comentários

Comentar