Mundo Operário

Metrô de BH terá reajuste da passagem de R$ 1,80 para R$ 3,40, após justiça federal suspender liminar

Reajuste da passagem será de assombrosos 88%, e será válido a partir desta quarta feira (14).

terça-feira 13 de novembro| Edição do dia

A partir dessa quarta feira (14) a tarifa de RS 1,80 do metrô de Belo Horizonte sofrerá um assombroso reajuste de 88% passando a custar R$ 3,40. Desde maio a tarifa se mantinha nesse valor por meio de um liminar da justiça estadual mineira (Tribunal de Justiça de Minas Gerais). Nesta segunda feira, conforme decisão do ministro relator do Supremo Tribunal de Justiça, Napoleão Nunes Maia Filho, foi concedida a autorização para a cobrança da tarifa pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), uma empresa federal.

O contingenciamento de verbas por parte do governo federal - a verba destinada para 2018 foi 42% menor que a do ano passado -, o que já havia provocado o aumento das passagens além do metrô de BH, nos sistemas de Recife, Natal, João Pessoa e Maceió. Ainda assim, a justificativa da empresa para o aumento da tarifa, que não era reajustada há 12 anos, foi as perdas inflacionárias, sem mencionar o coongelamento de verbas.

"A recomposição parcial das perdas inflacionárias autorizada pelo Ministério do Planejamento para a CBTU busca o fortalecimento do transporte de passageiros sobre trilhos e opera como medida fundamental para dar continuidade à operação e manutenção do serviço prestado. Rigorosamente em todo o país, tarifas de transportes públicos sofrem reajustes baseados, normalmente, em índices inflacionários", afirma a CBTU.

O aumento da passagem do metrô de Belo Horizonte é diretamente fazer com que a juventude e os trabalhadores paguem pela crise criada pelo governo de Temer, onde o intuito da CBTU não é melhorar o serviço prestado, e sim descontar nas nossas costas o baixo repasse do governo. É preciso que a juventude se mobilize junto com a população que faz uso do transporte e com os trabalhadores terceirizados que estão sendo afetados pelas medidas da CBTU para barrar todos os ataques que a empresa e o governo querem passar sobre os trabalhadores e juventude.




Tópicos relacionados

Precarização do Transporte Público   /    Transporte   /    Belo Horizonte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar