Mundo Operário

GREVE GERAL

Metrô Butantã amanhece com campanha "Tomar a greve geral em nossas mãos"

Diana Assunção participou da panfletagem chamando a população da Zona Oeste a construir comitês de base e assembleias em seus locais de trabalho e estudo.

segunda-feira 19 de junho| Edição do dia

Nesta segunda-feira começaram as panfletagens da campanha "Tomar a greve geral nas suas mãos" na Zona Oeste de São Paulo. Com uma primeira panfletagem no Metrô Butantã centenas de panfletos foram distribuídos chamando a construção de comitês de base e assembleias pra organizar a greve geral do dia 30 de junho.

Diana Assunção, diretora de base do Sintusp e ex-candidata a vereadora de São Paulo do MRT pelo PSOL esteve presente na panfletagem. "Estaremos a semana toda em vários pontos da cidade. Queremos debater com o máximo de trabalhadores e trabalhadoras, pois a vontade de derrotar as reformas é muito grande e não podemos deixar isso na mão das direções das grandes centrais sindicais como CUT, CTB e Força Sindical, que não estão organizando a greve. Por isso, chamamos todos a tomar a greve geral em nossas mãos", comentou Diana.

Patrícia Galvão, da Secretaria de Mulheres do Sintusp também comentou a panfletagem: "O dia 30 de junho precisa ser maior que o dia 28 de abril. As pessoas estão com os ouvidos abertos pra essa discussão pois sabem que essa crise nas alturas tem como objetivo descarregar a crise econômica nas nossas costas. Não podemos deixar. Por isso também queremos apresentar uma alternativa política, chamando a eleição de representantes para uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana, pra mudar as regras do jogo".




Tópicos relacionados

greve geral   /    Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    #30J   /    Greve geral   /    Greve   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar