AVISO DE GREVE - EMBRAER

Metalúrgicos da Embraer votam aviso de greve durante campanha salarial

Nesta terça-feira (2), metalúrgicos da Embraer votam, durante campanha salarial, aviso de greve, em assembleia realizada neste mesmo dia. A intenção da greve é pressionar a Fiesp (Federação das industrias do Estado de São Paulo), que é quem negocia pela Embraer.

quinta-feira 4 de outubro| Edição do dia

Essa pressão é por conta da Fiesp estar querendo aplicar as medidas da reforma trabalhista do governo golpista ao qual a própria Fiesp apoiou, medidas como: terceirização irrestrita na Embraer, fim do adicional noturno, ferindo ainda o última convenção coletiva.

Não é à toa que a Fiesp apoiou o golpe institucional e todas as suas medidas que atacam os trabalhadores, apoiou a terceirização irrestrita e ainda deixa muito claro que não deve ser os empresários e ricos que devem pagar o pato, e sim os trabalhadores e juventude. Hoje o presidente deste instituição, Paulo Skaf, está se candidatando para o governo do estado de São Paulo e tenta aparecer como uma alternativa ao governo do PSDB, mas acaba se mostrando braço importante do governo Temer.

Paulo Skaf mostra que não é uma alternativa para os trabalhadores. Nenhum dos candidatos que querem despencar a crise nas nossas costas deve ser alternativa para nós. É necessário fortalecer uma alternativa de esquerda anticapitalista e revolucionária, de trabalhadores e independente do PT, que combata a continuidade do golpe e lute para que os capitalistas, como Paulo Skaf, paguem pela crise.




Tópicos relacionados

embraer   /    Paulo Skaf   /    FIESP   /    Greve

Comentários

Comentar