Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Meirelles garante aos banqueiros que este Natal será o melhor com a reforma da previdência

terça-feira 28 de novembro| Edição do dia

O atual Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nessa segunda-feira (27) que com a criação de postos de trabalho e a retomada do crédito gerados pelas Reformas de Temer o país deve ter o melhor Natal em muito tempo, em jantar com executivos do Banco Santander.

Segundo o Ministro, não há mais necessidade de medidas de estímulo ao consumo, "Tínhamos em algum momento a necessidade grande de ter todas medidas possíveis visando retomar a economia", disse. "Agora, a economia está crescendo e empregos estão sendo criados. Foram criados quase 80 mil empregos em outubro", acrescentou.

ENTENDA o caso: Meirelles recebe aposentadoria de mais de 200 mil reais, mas quer que você morra trabalhando

De fato, para os banqueiros do Santander talvez o Natal deste ano seja o melhor em algum tempo de crise econômica. O que Meirelles não conta é que o aumento do número de empregos se dá em meio a entrada em vigor da Reforma Trabalhista, que permitiu a criação de milhares de empregos intermitentes, sem garantia de direitos ao trabalhadores, com aumento da jornada de trabalho, dentre outros fatores que estão despejando a crise dos capitalistas sobre as costas dos trabalhadores.

O Ministro da Fazenda declarou na última quinta-feira (26) que “a Reforma da Previdência está em primeiro lugar”. Para os executivos do Santander, reforçou que espera que a Câmara dos Deputados aprove ainda este ano, ou no mais tardar no início do ano que vem, o novo texto da Reforma que acabará com a aposentadoria.

Leia Mais: Para Meirelles, acabar com nossa aposentadoria está em primeiro lugar

É urgente que as Centrais Sindicais organizem uma verdadeira Greve Geral, como foi chamado para o próximo dia 05 de dezembro. Que convoquem assembleias pela base para parar tudo e colocar milhares nas ruas. Que pensem um plano de lutas para que não seja um dia de luta isolado, mas toda uma sequência de mobilizações para revogar a Reforma Trabalhista e barrar a Reforma da Previdência, que o governo golpista já demonstrou que fará de tudo para aprovar, como declararam desde o início do ano que não deixariam passar.




Tópicos relacionados

Fora Temer   /    Que os capitalistas paguem pela crise!   /    Reforma da Previdência   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar