Política

Meirelles discute aumentar os impostos contra os trabalhadores

Henrique Meirelles, ministro da fazenda do governo de Temer, na sequencia de ataques que vem se desencadeando no pós golpe, anuncia mais um ataque contra os trabalhadores: aumento dos impostos.

Rodrigo Leon

@RodHeel

quarta-feira 22 de março de 2017| Edição do dia

Com a justificativa de cobrir o déficit orçamentário do governo que está em R$58,168 bilhões, Meirelles aponta o aumento de impostos como contrapartida para aliviar o valor que a União irá cobrir.

Mesmo sem especificar os setores nos quais serão aplicados os impostos, e nem a duração, a medida está já em discussão para ser fechada na próxima terça-feira, 28.

A única limitação que pode vir a travar o aumento dos impostos seria por determinação do Tribunal de Contas da União, que ainda em processo de liberação de uma receita de R$18 bilhões para o governo pode vir a restringir mais algum valor de acréscimo, que será discutido também na terça feira.

Mesmo com a bateria de ataques que já pesam nas costas da classe trabalhadora, o aumento dos impostos é só mais uma linha escrita pelo governo Temer para retirar os direitos trabalhistas mínimos em troca da exploração e da precarização da vida de centenas de milhares. A CUT e a CTB precisam colocar suas bases nas ruas, assim como os sindicatos de todas as categorias afetadas pela reforma da previdência e pelo aumento dos impostos para dar uma resposta a altura dos ataques efetuados pelo Temer.




Tópicos relacionados

Ministério da fazenda   /    Política

Comentários

Comentar