Juventude

CHILE

Meios de comunicação destacam Barbara Brito, a nova vice-presidenta trotskista e feminista da FECH

Continuam as repercussões pela votação na FECH. Em especial pela grande eleição de Barbara Brito, do Pão e Rosas e do PTR chileno, superando a candidata das Juventudes Comunistas.

sexta-feira 11 de novembro| Edição do dia

Continuam as repercussões dos resultados da votação para eleger a nova mesa executiva da Federação de Estudantes da Universidade do Chile (FECH), em eleições que tiveram muitas discussões e que deram como resultado uma Federação integrada somente por listas de esquerda.

Em especial, muitos meios de comunicação chilenos refletiam a grande eleição que conseguiu Barbara Brito, de 26 anos, estudante de Artes e, anteriormente, de Filosofia; uma reconhecida militante feminista, da Agrupação Pão e Rosas Teresa Flores (Teresa Flores foi uma feminista operária revolucionária de princípios do século XX e companheira de Luis Emilio Recabarren) e é também dirigente do Partido de Trabalhadores Revolucionários, organização que impulsiona a Rede Internacional de diários socialistas, o Esquerda Diário, em 11 países e 5 idiomas, uma voz, e que tem no país irmão, a Argentina, uma de suas principais organizações, o Partido dos Trabalhadores Socialistas (PTS), que forma parte da Frente de Esquerda dos Trabalhadores (FIT).

Barbara Brito, que encabeçou a histórica lista Unidas para Vencer, conseguiu a vice-presidência da federação transformando-se em um resultado que foi uma das novidades das eleições.

O triunfo de Barbara Brito, na vice-presidência, derrotando a candidata Matilde Méndez das Juventudes Comunistas se transformou em um feito político, tanto por ser uma importante referência do movimento de mulheres, das comissões e secretarias de gênero e sexualidade, como por sua militância trotskista.

Apresentamos aqui as notícias sobre as eleições da Federação de Estudantes da Universidade do Chile que vem aparecendo nos principais meios de comunicação do país (a grande maioria controlado por grandes empresários).

El Ciudadano. Bárbara Brito, a militante trotskista e feminista que alccançou a vice-presidência da FECH

La Tercera. Esquerda Autônoma perde a presidência da FECH

La Segunda. Eleições FECH: Lista feminista se instala em directiva

El Desconcierto. Bárbara Brito, a candidata trotskista que alcançaria a vice-presidência da Fech se alcança o quórum

Radio Bio-Bio. Esquerda Autônoma perde a FECH e Daniel Andrade é eleito presidente

Canal 13. Daniel Andrade é eleito como novo presidente da Fech

La Tercera. Eleições na Fech poderiam extender-se a um terceiro dia por baixo quórum: somente 13% votaram

El Ciudadano. Cinco listas de esquerda aspiram a devolver protagonismo a a FECh 2017

El Demócrata. Pós primeiro dia de votação: "Frente Ampla", feministas e oficialistas lideram eleição FECH 2017

24 Horas. Lista apoiada por Movimento Autonomista lidera o primeiro dia de eleições da FECh

Tradução: Raíssa Campachi




Tópicos relacionados

Chile   /    Juventude   /    Internacional

Comentários

Comentar