Política

VENEZUELA

Medida Provisória de Temer serve para impor mais dificuldades aos venezuelanos

Diante da calamidade pública que se instalou na Venezuela a população tem cada vez mais se refugiando no estados que fazem fronteira principalmente em Roraima que já recebeu mais de 40 mil venezuelanos.

quinta-feira 15 de fevereiro| Edição do dia

Imagem: Jornal da Paraíba

A crise política, econômica e social que assola o país tem levado população a viver um estado de guerra cível com uma hiperinflação, fome e morte. Tudo isso em país que tema das maiores reservas de petróleo do mundo. A comida e os remédios tem chegado com escassez, levando a população a fugir do país se refugiando em outros países.

Temer, vai decretar situação de emergência social em Roraima, devido a grande quantidade de refugiados venezuelanos. Essa situação vem se agravando desde o ano passado, infelizmente Michel Temer está atrasado com as medidas que já deveriam ter sido tomada para evitar que os refugiados fiquem nas sarjetas da cidade de Roraima e Manaus, as duas principais cidades que hoje abrigam a maior quantidade de refugiados.

O presidente diz que publicará esta semana Medida Provisória com repasse de verbas federal e também vai reforçar com as Forças Armadas o efetivo militar nas fronteiras. Não é com as Forças Armadas inviabilizando a entrada de refugiados que a crise que assola o povo Venezuelano vai ser resolvida.

Os refugiados estão implorando por socorro, precisam de fato neste momento de medidas humanitárias para acolhe-lós e não de reforço do exército para impor mais dificuldades.




Tópicos relacionados

Venezuela   /    Governo Temer   /    Crise diplomática com Venezuela   /    Política

Comentários

Comentar