Política

ELEIÇÕES 2018 - SEGUNDO TURNO

Médica apoiadora de Bolsonaro diz em rede sociais que só dá alta se concordar com voto do paciente

domingo 28 de outubro| Edição do dia

A médica de Campo Grande Beatriz Padovan Vilela fez uma postagem nas redes sociais dizendo que utilizaria o exercício profissional para impedir eleitores de Haddad que estivessem internados no hospital de votar. Ela faria isso perguntando aos pacientes em quem votariam e, se a resposta não fosse Bolsonaro, os manteria sem alta até o dia seguinte. O texto dizia: "Hoje é dia de maldade. Perguntar pro paciente em quem vai votar antes da alta. Dependendo da resposta, alta só segunda!! #B17 É dessa vitamina que o povo brasileiro precisa!"

Veja a postagem abaixo:

E também no Instagram:

A Secretaria Municipal de Saúde Pública de Campo Grande (Sesau) afirmou que vai apurar o caso, e o perfil dela não se encontra mais online.

É mais uma amostra de até onde estão dispostos a ir setores de extrema-direita para impor seu candidato Jair Bolsonaro nas eleições.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar