Gênero e sexualidade

TORTURA MACHISTA

Marido prende a mulher e a espanca por cada "curtida" que ela recebeu no Facebook

quinta-feira 30 de novembro| Edição do dia

A uruguaia Adolfina Camelli Ortigoza é mais uma vítima da violência machista. Ela foi resgatada há uma semana, mantida em cativeiro pelo marido que a espancava. A tortura do então marido, identificado como Pedro Heriberto Galeano mostra até onde a violência machista contra as mulheres pode chegar.

Pedro agredia Adolfina a cada like ou reação que ela recebia em sua rede social do Facebook. Aos 32 anos, Pedro a agredia sempre que alguém a elogiasse ou curtisse alguma foto sua. Pedro chegou a assumir sua conta de facebook e a manteve presa.

O caso foi denunciado pelo sogro de Adolfina. Pedro Galeano foi preso e pode pegar até 30 anos de pena. Adolfina, de 21 anos, passou por uma cirurgia para a reconstrução facial. As informações repercutiram nos jornais The Sun e Daily Mail, e nas redes sociais.




Tópicos relacionados

Machismo   /    Violência contra a Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar