Sociedade

MARCHEZAN

Marchezan quer proibir bebida alcoólica nas ruas da Cidade Baixa

A prefeitura buscará implementar via decreto que estabelecerá novas regras e restringirá ainda mais a juventude que frequenta as noite da CB, permitindo bebidas apenas dentro de bares.

quarta-feira 10 de janeiro| Edição do dia

Conhecido bairro boêmio de Porto Alegre, local de encontro de milhares de pessoas, as ruas da Cidade Baixa vem sofrendo uma escalada de repressão ano após ano. Numa das ruas mais movimentadas nas noites, João Alfredo, é o principal alvo da prefeitura do tucano Marchezan.

A medida seria implementada no final de 2017. Não tendo sido implementado o decreto, a prefeitura aponta agora para o final de janeiro. Contando com o aumento da fiscalização das ruas, proibindo ambulantes na principal rua do bairro, apontar para áreas longe do centro para atividade culturais (como o Anfiteatro Pôr do Sol), são algumas das ações pensadas pela prefeitura de Marchezan.

Lembrando que em Julho de 2017 a BM realizou uma repressão pesada na João Alfredo, alegando ter recebido uma série de reclamações de moradores do bairro. Uma mostra de como poderá funcionar esse decreto caso seja implementado, gerando mais repressão para a juventude que ocupa as ruas da Cidade Baixa.

Ainda hoje Marchezan declarou que não irá liberar verba para o carnaval da cidade, alegando uma enorme crise financeira. Ao mesmo tempo que amplia o número de seus Cargos de Confiança para mais de 700, despeja a crise dos capitalistas nas costas da juventude, retirando o pouco de espaço cultural que possam ter acesso.

Foto: Memória Correio do Povo




Tópicos relacionados

Marchezan   /    Porto Alegre   /    Repressão   /    Sociedade

Comentários

Comentar