Mundo Operário

PORTO ALEGRE

Marchezan quer acabar com a União Social dos Empregados da Carris - UseCarris

A prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal da Fazenda, solicitou o terreno utilizado pela UseCarris, uma associação de funcionários da Companhia. A sede também era utilizada para reuniões da Comissão de funcionários, que recentemente foi proibida pela direção da empresa.

quarta-feira 17 de maio| Edição do dia

Nesta quarta (17), os funcionários da UseCarris, associação dos trabalhadores da Carris em Porto Alegre, foram notificados de que o terreno onde a associação funciona deve ser desocupado até o próximo dia 02 de julho.

No local, além de atividades como academia, escolhinha, e até um CTG (Centro de Tradições Gaúchas), também ocorriam reuniões da Comissão de funcionários da Carris. A empresa recentemente proibiu as reuniões da comissão de funcionários, e mesmo rodas de conversa de mais de 3 pessoas nos intervalos, no pátio da empresa.

O pedido do terreno da associação é mais uma medida arbitrária de Marchezan contra os trabalhadores da Carris. O prefeito vem numa verdadeira escalada de repressão e autoritarismo contra todos os trabalhadores do município, a juventude que se mobiliza, e especialmente contra os trabalhadores das Carris, que até nas redes sociais estão sendo vigiados. Inclusive uma trabalhadora que denunciou a precaridade da empresa foi sancionada recentemente.

Veja as imagens dos documentos encaminhados à UseCarris, enviado pelos nossos leitores:




Tópicos relacionados

Marchezan   /    Porto Alegre   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar