Sociedade

PORTO ALEGRE

Marchezan dá calote nos garis e população vai entregar seu lixo na prefeitura

O governo Marchezan está cercado de crise para todos os lados. Após dar calote na Cootravipa, responsável pela limpeza urbana e por parte da coleta de lixo em Porto Alegre, um evento no Facebook com milhares de interessados chama a população a entregar seu lixo para Marchezan na prefeitura.

domingo 8 de outubro| Edição do dia

Desde quarta-feira (04) a Cootravipa, cooperativa responsável pela coleta de lixo seco e pela limpeza urbana em Porto Alegre, está paralisada. Os trabalhadores inclusive realizaram um grande protesto em frente à prefeitura contra o atraso nos pagamentos.

Como se não bastasse o absurdo que é deixar trabalhadores sem receber integralmente seus salários, o calote da prefeitura ainda gera outra situação bastante problemática. Com a coleta de lixo seco paralisada, sacos e mais sacos de lixo se acumulam pelas ruas da capital e nas casas das pessoas. A prefeitura orienta que o lixo seja depositado em pontos de coleta mas isso nem de longe resolve o problema e já é notável o acúmulo de lixo nas rua da cidade.

A solução veio das redes. No Facebook, o evento "Leve seu lixo seco para Marchezan" já conta com milhares de confirmados e interessados. Sem previsão de retorno do serviço de coleta seletiva e limpeza urbana, o lixo acumulado deve ser entregue "de presente" para a prefeitura, lembrando a Marchezan que sem pagar os trabalhadores a cidade não funciona.

Marchezan, aliás, deve achar normal os trabalhadores não terem seu direito mais básico garantido, o direito de receber integralmente e na data certa o seu próprio salário. Primeiro com os servidores municipais, que contra essa medida também respondem com uma forte greve. Na Carris a gestão também resolveu modificar a data e a maneira de pagar o salário dos trabalhadores, que estão em estado de greve contra a privatização da empresa, e foi derrotada na justiça. Agora os trabalhadores da coleta de lixo também cruzam os braços contra Marchezan, que mais uma vez desrespeita esse direito tão elementar.

A cada dia novos setores demonstram seu rechaço contra Marchezan e contra os planos do tucano para a cidade, de fazer com os trabalhadores e povo pobre de Porto Alegre paguem pela crise. É a unidade de todos esses setores que pode derrotar Marchezan.




Tópicos relacionados

Marchezan   /    Greve   /    Porto Alegre   /    Sociedade

Comentários

Comentar