Negr@s

Quilombo Vermelho

Marcello Pablito: “O PSOL deveria abrir as portas para os negros do Quilombo Vermelho”

segunda-feira 20 de novembro| Edição do dia

No último sábado, dia 18, foi fundado com mais de 400 pessoas o Quilombo Vermelho, um movimento de negros e negras anticapitalistas impulsionado pelo Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) junto a independentes. Marcello Pablito, dirigente do MRT e do Sindicato de Trabalhadores da USP, onde constrói a Secretaria de Negros e Negras e Combate ao Racismo, falou ao Esquerda Diário sobre como encaram os desafios dos negros do Quilombo Vermelho:

Foi um dia emocionante para mim e para as centenas de negros e negras a fundação do Quilombo Vermelho. Ali se expressou a força do nosso povo, que nunca abaixou a cabeça na luta contra o racismo e que o Quilombo Vermelho vem para contribuir com uma perspectiva anticapitalista e revolucionária para essa luta. Viemos para fortalecer a luta pela nossa identidade negra, que vem tomando o país cada vez mais com os blacks, os dreads e a cultura negra, mas na perspectiva de ir além, batalhando para dar um fim nessa sociedade capitalista que só reservou aos negros miséria e opressão, forjando a ideologia racista para justificar a escravidão e exploração capitalista assalariada, que é ainda mais brutal com o povo negro, que tem nas mulheres as que mais sentem, com 60% de salário a menos que os homens brancos. Os que estavam ali presentes já tem clareza de que nossa libertação não vai vir pelas mãos da direita reacionária e golpista que está passando profundos ataques contra os trabalhadores e nosso povo. Mas também não vemos no PT uma alternativa, pois nem mesmo governando o país por 13 anos, pegando a melhor situação econômica do país em décadas, não resolveu os problemas estruturais do nosso povo e preferiu governar para os empresários em aliança com a direita, abrindo espaço para o golpe institucional que piorou ainda mais a vida dos trabalhadores e do povo negro. Também é do PT a burocracia sindical da CUT que está deixando os ataques passarem sem organizar a resistência.

Precisamos de uma alternativa para os negros que não seja nem com a direita nem com o PT

Queremos organizar cada vez mais negros e negras no Brasil que não esperam que a resolução dos nossos problemas históricos pode vir das mãos dos governos. E com cada um das centenas que vão construir o Quilombo Vermelho estamos debatendo a necessidade de construir uma ferramenta política para os trabalhadores e nosso povo, um partido revolucionário. Consideramos que essa tarefa hoje passa por batalhar por essa perspectiva dentro do PSOL, que é o principal partido à esquerda do PT.

É por isso que o MRT vem propondo sua entrada no PSOL sem nenhuma resposta oficial do partido até o presente momento. Reitero essa proposta e agora com esta nova agrupação que estamos impulsionando considero ainda mais importante dar espaço aos negros e negras que se organizem com a perspectiva revolucionária e socialista. O PSOL precisa abrir as portas para os negros do Quilombo Vermelho.

Veja também os vídeos do lançamento do Quilombo Vermelho:




Tópicos relacionados

Quilombo Vermelho   /    negras e negros   /    #MRTnoPSOL   /    PSOL   /    Negr@s   /    Política

Comentários

Comentar