DESIGUALDADE SALARIAL

Marcello Pablito: "Basta de desigualdade salarial entre trabalhadores brancos e negros!"

Marcello Pablito, candidato a deputado estadual pelo MRT, luta contra a desigualdade salarial entre trabalhadores brancos e negros: "O racismo e o machismo atuam juntos para que os capitalistas enriqueçam ainda mais sobre o nosso suor".

segunda-feira 17 de setembro| Edição do dia

Nessas eleições manipuladas pelo Judiciário, o povo foi impedido de decidir em quem votar. A continuidade do golpismo vem para fazer com que as mulheres, os negros, os trabalhadores e a juventude paguem ainda mais caro pela crise.

Pablito diz: "São eles ou nós. Basta de desigualdade salarial! Vamos fortalecer uma voz anticapitalista, independente do PT, pra enfrentar a direita e os golpistas e fazer com que os capitalistas paguem pela crise."

Em recente pesquisa da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) divulgada pelo IBGE a diferença salarial média entre uma mulher negra e um homem branco é de 60% podendo chegar a 80% em alguns cargos. Entre homens e mulheres em geral, a diferença é de 30%. Os dados foram divulgados em fevereiro deste ano. A empresa CATHO, na véspera do dia internacional da mulher, divulgou uma pesquisa que mostra que em todos os cargos a mulher ganha menos que o homem. Mesmo com o mesmo nível de escolaridade ou superior.

Candidato a deputado estadual pelo MRT, Marcello Pablito, é trabalhador do bandejão da USP e fundador do grupo de negros e negras Quilombo Vermelho. Veja mais sobre as candidaturas do MRT aqui.




Tópicos relacionados

Marcello Pablito   /    MRT   /    Quilombo Vermelho   /    negras e negros   /    Eleições 2018   /    Candidatos MRT

Comentários

Comentar