Sociedade

PORTO ALEGRE

Manifestantes protestam contra aumento do Trensurb em Porto Alegre

Aconteceu nesta quinta (01) na Estação Mercado, no centro de Porto Alegre, uma manifestação contra o reajuste da tarifa do Trensburb, que entra em vigor no sábado (03). Com aval do governo federal, o bilhete unitário do trem metropolitano sobe de R$ 1,70 para R$ 3,30, um reajuste de 94,11%, depois de dez anos congelado.

quinta-feira 1º de fevereiro| Edição do dia

O ato foi chamado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do RS (Sindimetrô/RS), além de outros movimentos sociais. Em nota, os servidores consideraram abusivo o novo valor da passagem, alegando que o serviço oferecido pela empresa se precarizou.

O ato reuniu dezenas de estudantes e trabalhadores. A concentração e as intervenções ocorreram bem em frente às catracas, onde os usuários e funcionários da Trensurb puderam acompanhar as manifestações.

O deputado Pedro Ruas (Psol) e a vereadora Fernanda Melchionna (Psol) estavam presentes. O ato ainda contou com uma apresentação artística do grupo de teatro Levanta Favela.

Na atual conjuntura, não há justificativa para esse absurdo aumento no valor da tarifa da Trensurb, quando a inflação foi de 75% no período. O valor de R$ 3,30 está totalmente fora da realidade vivida pelos trabalhadores e estudantes que utilizam diariamente esse meio de transporte para deslocamentos na região metropolitana de Porto Alegre.




Tópicos relacionados

Fora Temer   /    transporte público poa   /    Governo Temer   /    #contraoaumento   /    Porto Alegre   /    Sociedade   /    Transporte   /    Aumento da Passagem

Comentários

Comentar