Política

REPRESSÃO

Manifestantes contra prisão de Lula são violentamente reprimidos em Curitiba

domingo 8 de abril| Edição do dia

Foto: Brasil de Fato

Sete manifestantes, inclusive uma criança, ficaram feridos depois da repressão da Polícia Militar paranaense a quem se manifestava contra a prisão de Lula. Há indícios de tentativa de tentar deixar o terreno somente para aqueles que comemoravam a medida arbitrária e golpista.

Em meio a manifestação ocorreu a explosão de duas bombas no meio dos manifestantes e a polícia usou isso como pretexto para reprimir, atirando gás lacrimogênio e atirando com balas de borracha.

Duas bombas explodem - no meio de uma manifestação - e não atiradas contra a PF ou os apoiadores de Moro e dos julgamentos "sem prova mas com convicções" para garantir a continuidade do golpe institucional, e isso é rapidamente tomado como
uma senha para dispersar os manifestantes, deixando, evidentemente quem estava repleto de fogos, panelas e aplauso pelo arbitro judiciário ali do lado da PF.

No dia de hoje são esperadas novas concentrações favoráveis e contrárias a prisão de Lula na PF do Paraná.




Tópicos relacionados

Prisão de Lula   /    Repressão   /    Política

Comentários

Comentar