Educação

CONTRA A PEC

Manifestação no centro de Porto Alegre é reprimida pela polícia

Como parte do Dia Nacional de Lutas e Paralisações convocado pelas centrais sindicais, estudantes, funcionários e professores da UFRGS trancaram ruas no centro da capital gaúcha nesta sexta, 25. A Brigada Militar reprimiu os manifestantes.

sexta-feira 25 de novembro| Edição do dia

A manifestação se concentrou na Faculdade de Direito na manhã desta sexta, contando com estudantes de diversas ocupações, professores e técnico-administrativos da universidade, além de organizações políticas da esquerda. Os manifestantes carregavam faixas contra a PEC 55/241, a reforma do Ensino Médio e o Escola Sem Partido

O protesto ocorreu nas ruas Sarmento Leite, Paulo Gama e a Avenida Osvaldo Aranha, nos arredores do Campus Centro. Palavras de ordem como "Trabalhador, preste atenção, são 20 anos sem saúde e educação" e "ocupação, greve geral, para barrar o ajuste fiscal" foram cantadas. Eles também formaram uma barricada com pneus queimados.

O Corpo de Bombeiros foi convocado para apagar o fogo. Depois disso, o Batalhão de Choque da Brigada Militar pôde avançar contra os manifestantes, e jogou uma bomba de gás lacrimogêneo. Os estudantes se dividiram entre a faculdade de Direito e de Educação para se proteger.

É fundamental a unidade entre professores, estudantes, funcionários, e também o apoio dos terceirizados na luta contra os ataques de Temer, para tomar as ruas e dialogar com o conjunto da classe trabalhadora.




Tópicos relacionados

PEC 241/55   /    Governo Temer   /    #OCUPATUDO   /    Porto Alegre   /    Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar