Internacional

Manifestação nacional contra a fraude eleitoral em Honduras

terça-feira 5 de dezembro| Edição do dia

A manifestação do domingo começou as 11:00 da hora local (17:00 GMT) e aconteceu simultaneamente nas principais cidades do país. A principal consigna é impedir a fraude e tirar do governo o presidente Hernández, que busca a reeleição e a continuidade pelo conservador Partido Nacional.

Foi a primeira ação realizada pelos simpatizantes de tal partido, contudo, o conjunto do povo hondurenho tem protagonizado múltiplas manifestações durante toda a semana com fechamentos de rodovias, cabines de pedágio, pontes, bloqueios e mobilizações em bairros e colonias que desafiam as Forças Armadas. O saldo da repressão tem sido mais de 500 presos por protestar e pelo menos sete assassinados pelas mãos do exército.

Os manifestantes se dirigiram à Universidade Nacional Autônoma de Honduras (UNAH), onde a repressão tem sido recorrente para os estudantes que se opuseram à política de privatização da educação como parte dos golpes que do governo de Hernández ao conjunto da juventude. A rota da manifestação chegou à Casa Presidencial.

Enquanto a mobilização acontecia, o Supremo Tribunal Eleitoral retoma o “exame especial” das atas com inconsistências das eleições do último 26 de novembro.




Tópicos relacionados

Internacional

Comentários

Comentar