Educação

CONTRA ESCOLA SEM PARTIDO

Manifestação em SJC contra o Escola sem Partido

sexta-feira 5 de agosto| Edição do dia

Aconteceu nessa quinta-feira, 4, manifestação convocada pela Frente Escola Sem Mordaça, na câmara municipal de São José dos Campos, contra a proposta dos vereadores Walter Hayashi e Luiz Mota, ambos do PSC, de instituir no âmbito municipal o projeto Escola Sem Partido.

Esse projeto conservador, autoritário e inconstitucional, que fere a liberdade do professor e tenta impor uma forma de pensamento e uma moral nas escolas vem sendo denunciado e combatido por diversos setores da sociedade. O Esquerda Diário tem participado desse combate com a campanha “Aula Protesto” enviadas para o site por professores de todo o país.

Outro motivo que levou os manifestantes à câmara foi que nesse mesmo dia o mesmo vereador Walter Hayashi apresentou a proposta de homenagear com o título de “cidadão joseense” o deputado Eduardo Nunes Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, dois dos piores representantes da casta política brasileira, que exaltam torturadores e disseminam o machismo, racismo e homofobia.

No dia 11 de agosto, dia do estudante e dia Nacional de Defesa da Educação, a Frente realizará uma manifestação na Câmara.

A Frente Escola Sem Mordaça foi convocada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de São José dos Campos e participam diversas entidades.

Após a manifestação na câmara conversamos com Jéssica, professora da rede municipal, uma das porta-vozes da Frente Escola Sem Mordaça, veja o vídeo:




Tópicos relacionados

Escola sem partido   /    Vale do Paraíba   /    Educação

Comentários

Comentar