Cultura

MARIELLE FRANCO

Mangueira homenageará Marielle no Carnaval 2019

Escola fará samba enredo em homenagem a vereadora do PSOL assassinada brutalmente há 7 meses.

domingo 14 de outubro| Edição do dia

Foto: Compositores do samba

Aos 7 meses de sua morte, até hoje sem resposta, Marielle ganha mais uma homenagem. A escola de Samba Estação Primeira da Mangueira fez o samba História pra Ninar Gente Grande, de autoria de Deivid Domênico em parceria com Tomaz Miranda, Mama, Marcio Bola, Ronie Oliveira e Danilo Firmino. A música é em homenagem a vereadora Marielle Franco, assassinada brutalmente no dia 14 de março.

Salve os caboclos de julho/ Quem foi de aço nos anos de chumbo/ Brasil, chegou a vez/ De ouvir as Marias, Mahins, Marielles, Malês - diz um trecho do samba.

O assassinato da vereadora completou hoje sete meses respostas. Não podemos deixar esse crime passar em branco. Temos que exigir o Estado realmente investigue e puna os culpados é a mobilização. Mas ao mesmo tempo que devemos seguir exigindo que o Estado investigue e puna, não podemos deixar na mão somente deste Estado, que tem seus vínculos com o assassinato, o controle das investigações. Devemos exigir que o Estado garanta recursos e todas as condições para que uma investigação independente possa trabalhar, disponibilizando materiais, arquivos para organismos de direitos humanos, peritos especialistas comprometidos com a causa, parlamentares do PSOL, etc, que sejam parte da investigação.




Tópicos relacionados

Marielle Franco   /    Rio de Janeiro   /    Cultura

Comentários

Comentar