SERVIDORES PÚBLICOS RJ

Manchete do Jornal Dia mente sobre contratação de concursados no RJ

terça-feira 6 de junho| Edição do dia

Conforme denunciamos anteriormente aqui caminha na Alerj um projeto de Lei Complementar 42/2017, enviado por Pezão que institui o congelamento nas despesas primárias.

Atualmente todos os concursos estão congelados e ninguém está sendo chamado para contratação, 913 professores aprovados no concurso de 2015 esperam até hoje para serem chamados para trabalhar nas escolas da rede estadual.

A manchete de hoje do jornal Dia, anuncia que um substitutivo apresentado pelo líder do governo Edson Albertassi (PMDB), garantirá nomeação para concursados nas áreas de Segurança e Educação. Embora em seu texto afirme que a proposta do líder do governo abre caminho para nomeações, mas não obriga a isso, o editorial não menciona que inserido neste projeto de lei complementar através do congelamento dos gastos que, as promessas de regularizar o pagamento dos servidores não passam de uma mentira deslavada e ainda é preparado um ataque sórdido pelo governo contra os professores e todos os servidores, como o previsto no “Art. 2º Para todos os efeitos desta Lei não serão consideradas as seguintes despesas:(...)IX - Programa de Demissão Voluntária ficará de fora do contingenciamento de verbas”.

Com isto, o governo alegando não ter verba para contratar professores, irá utilizar da verba que existente para praticar para oferecer algum dinheiro para os servidores que não recebem o salário em dia, em troca de que estes assinem a demissão.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Mídia   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar