Negr@s

RACISMO RELIGIOSO

Mais um centro espírita é depredado na Baixada Fluminense

terça-feira 10 de outubro| Edição do dia

FOTO: Divulgação

Neste final de semana, um Centro espírita foi invadido e depredado por intolerantes e racistas religiosos. Na cidade de Tanguá, no bairro de Duques, o Centro Espírita umbandista teve 50 imagens quebradas, foi completamente depredado como se pode ver na imagem.

O caso foi registrado na 71ª DP em Itaboraí. A mãe de santo informou que não escutou nenhum barulho no local, e que não tem inimigos nem sofreu ameaças.

Cresce o número de ataques às religiões de matriz africana no estado Rio de Janeiro, reforçada pela perseguição silenciosa de Crivella e da bancada evangélica que encoraja estes ataques. ]

Na baixa fluminense, os ataques rolam soltos. Os terreiros vem sofrendo uma séride de ataques por parte de traficantes evangélicos.

É preciso dar um basta na intolerância religiosa, que tem por trás o racismo contra as religiões de matriz africana. Racismo religioso que é reforçado pelos membros da bancada evangélica, dentre eles o próprio prefeito do Rio, Bispo Marcelo Crivella, que afirma que as religiões de matriz africanas seriam "malígnas", em seu livro "evangelizando a África".




Tópicos relacionados

Racismo   /    Rio de Janeiro   /    Negr@s

Comentários

Comentar