VIOLÊNCIA POLICIAL NO RECIFE

Mais um adolescente negro morto pela PM em Jaboatão-PE! Justiça para Jhonny!

Em meio a pandemia, vemos mais um caso de adolescente negro assassinado pela polícia em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife! Justiça para Johnny!

sexta-feira 7 de agosto| Edição do dia

A violência policial contra os negros é uma marca do racismo estrutural no Brasil. Nessa semana, fez mais uma vítima em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife. Jhonny Lucindo Ferreira, de apenas 17 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça enquanto voltava do seu na oficina de seu avô, de carona de moto com seu amigo.

Segundo uma testemunha que não quis ser identificada declarou ao Jornal do Comercio:

[Os policiais] já chegaram atirando, nem mandou eles [os jovens] pararem. Se eles queriam que eles parassem porque não atiraram no pneu da moto? Porque não atiraram na perna? Mas deu um tiro na cabeça dele.

Já o seu amigo, motorista da moto relata que:

A gente estava chegando ali na ponte, em frente ao mercadinho, e mandaram a gente parar, quando mandaram a gente parar eu coloquei a mão na cabeça e quando eu olhei pra trás já tinham atirado na cabeça dele e ele já tinha caído no chão. [...] Ele não tava com simulacro não, ele estava apenas com o celular dele na cintura, e eu vi

Isso desmente a versão da polícia, que teriam reagido a abordagem e pareciam estar armados, mostrando que foi um assassinato a queima roupa.

Ante esse fato, os familiares e amigos fizeram uma manifestação no bairro onde o jovem morava.

Esse caso está longe de ser isolado, vemos como durante a pandemia os assassinatos pela polícia aumentaram. No entanto também vimos como a fúria negra nos EUA contra o assassinato de George Floyd e que isso influenciou no Brasil. Vimos as mobilizações antifascistas e antirracistas e também as manifestações contra o assassinato de Miguel no Recife. É preciso lutar contra a violência policial e pelo fim da polícia e também pelo fim do racismo e do capitalismo!




Tópicos relacionados

Recife   /    Racismo   /    Recife   /    Violência policial   /    [email protected]

Comentários

Comentar