Mundo Operário

GREVE CORREIOS

Mais de mil trabalhadores dos Correios fazem ato em Brasília

terça-feira 3 de outubro| Edição do dia

Com delegações de Campinas, Ribeirão Preto, Mato Grosso do Sul, Bahia, Minas Gerais e de diversos locais do país, ocorre nesse momento um ato em frente ao edifício-sede dos Correios, em Brasília, reunindo até o momento mais de mil trabalhadores em greve. O ato seguirá pela tarde dessa terça, se dirigindo até o Ministério das Comunicações.

Temer, Kassab(ministro das Comunicações) e Guilherme Campos(presidente da empresa), declararam guerra contra os trabalhadores: propõe o corte de uma série de direitos enquanto parte da implementação da reforma trabalhista na categoria, e buscam a privatização da empresa para atender o interesse dos setores imperialistas dos monopólios de logística. Contam para isso com o apoio escandaloso do judiciário, que julgou através do TST(Tribunal Superior Trabalho) a greve como abusiva. Contam também com o apoio da FINDECT(federação paralela composta pelo PMDB e PCdoB/CTB), que boicotou o ato e não esteve presente, fazendo o jogo do governo.

Quem prejudica a população não são os trabalhadores e a greve: a falta de funcionários e fechamentos de agência vem no sentido de piorar o atendimento cotidianamente para naturalizar a privatização entre os usuários. É fundamental, a começar pelas centrais que compõe a FENTECT(CUT, Intersindical e CSP-Conlutas), que os sindicatos dessas centrais impulsionem imediatamenet uma campanha nacional de defesa dos Correios contra à privatização, transformando essa em uma causa de todos os trabalhadores do país. A construção de um ato nacional em SP, assim como a organização de um fundo de greve, seriam importantes apoios das centrais para que essa luta possa triunfar, já que Temer prepara uma batalha dura e quer derrotar pelo bolso os grevistas que hoje entram no 15 dia de greve.

Nós do Movimento Nossa Classe e do Esquerda Diário colocamos o portal à disposição dos trabalhadores para divulgar essa luta, assim como de jovens e trabalhadores de outras categorias que queiram demonstrar sua solidariedade com a greve.

Fotografias retiradas do portal da FENTECT e outras próprias do Esquerda Diário




Tópicos relacionados

Greve dos correios   /    Correios   /    Campinas   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar