Política

ELEIÇÕES 2020 SP

Mais 8 motivos para não votar em Celso Russomanno

Já em 2016 denunciamos o porquê não votar em Celso Russomano. Nestas eleições de 2020, relembramos alguns dos velhos motivos e apontamos outros novos, como o fato de este político ser hoje o fantoche de Bolsonaro para a cidade de São Paulo.

quarta-feira 30 de setembro| Edição do dia

E lá vamos nós de novo. Russomanno concorrerá pela prefeitura em São Paulo pela terceira vez. O seu currículo é recheado de um histórico de ataques e humilhações contra a população trabalhadora, assédios, e escândalos. Veja a lista de 8 motivos de não votar em Celso Russomano que, junto à Bolsonaro, quer fazer você pagar pela crise capitalista.

Texto das eleições de 2016: 10 Motivos para não votar em Celso Russomanno

1) Russomanno será o fantoche de Bolsonaro nas eleições de SP

Diga-me com quem andas e te direi quem és. O ditado popular cristão já nos ajuda a resumir as coisas. Amigos de pastores bilionários, como Edir Macedo dono da Record e líder da Igreja Universal; golpistas em 2016, compartilham o histórico de destruição dos direitos trabalhistas e da reforma da previdência; escândalos machistas e defensor da “moral e dos bons costumes” também aproximam o atual presidente e o candidato paulista. Russomanno escolheu o mote “Deus, pátria e família” para dialogar com a base de extrema-direta paulista que em 2018 votou no “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. A visitinha nada interessada no hospital já quase confirma o apoio que só precisa ser oficializado.

2) Votou a favor da isenção de quase 1 bilhão de impostos aos pastores bilionários

Amigo de longa data de Edir Macedo, dono da Record e chefe da Igreja Universal, Russomanno é um fundamentalista e reacionário defensor da falsa “moral e dos bons costumes”. Contra o direito ao aborto legal, seguro e gratuito, contra o casamento de LGBTs, o político capitalista já afirmou que queria uma Igreja em cada esquina. Votou à favor da isenção de quase 1 bilhão das Igrejas. Talvez, este valor seria destinado à construção de uma “igreja em cada esquina” como Russomanno já afirmou desejar.

3) “Eu brinco com as meninas”, diz Russomanno sobre seu passado de assédio a mulheres

A, a moral e os bons costumes… a marca registrada da hipocrisia da tradicional família brasileira, que só existe nas fantasias reacionárias, até porque no Brasil o que não falta são mães solteiras e avós criando filhos e netos, violência doméstica e outras facetas da família tradicional brasileira. Uma outra faceta do conservadorismo é o seu desrespeito às mulheres. Sobre o vídeo acima, o fundamentalista diz que os adversários seus usam este vídeo para atacá-lo pois queriam estar também na “companhia de mulheres gostosas”.

4) Mais um milionário que quer resolver problemas sociais com bala e polícia.

Russomanno detém um patrimônio de R$ 1,7 milhões (pelo menos os declarados), o que o difere da imensa maioria da população trabalhadora na cidade SP. O empresário João Doria (que Bruno Covas representa agora pelo PSDB) comandou uma operação racista e higienista na cracolândia para a satisfação dos grandes proprietários da região que querem lucrar com a especulação financeira. Russomanno já afirmou que desejaria algo semelhante, dizendo que era necessário isolar a região com o uso da polícia. Recentemente disse que era preciso impedir que as drogas chegassem na região com a velha política “anti-drogas” que nunca acabou com o problema de saúde e nem de segurança em nenhuma cidade do mundo.

Leia também: 10 motivos para não votar em Bruno Covas

5) Se faz isso na frente das câmeras imagina longe

Este vídeo já é um escândalo “clássico” de Russomano, que não contente em demonstrar todo seu machismo em coberturas de carnaval, também gosta de menosprezar trabalhadoras de caixa de supermercado. Não bastasse os baixos salários e opressão do patrão, Russomanno lhes dá a oportunidade de serem ameaçadas e constrangidas por um milionário elitista que adora humilhar trabalhadores.

6) Russomanno quer “aumentar a autoestima” da PM paulista, que sempre bate recordes de assassinatos

O candidato do Republicanos disse que deseja aumentar autoestima da polícia que já faz diariamente seu terror nos bairros mais periféricos e favelas. Defende maiores salários e direitos para a instituição que é encarregada de defender os ricos e privilegiados. Logo depois de George Floyd ser morto nos EUA, em SP um policial foi flagrado pisando sob a nuca de uma mulher negra. Ano passado, a polícia causou a morte de 9 jovens durante repressão em Paraisópolis. O que um policial com mais “auto estima” seria capaz de fazer?

7) Citado em relatório da “Mafia da Merenda”

Russomanno é citado no relatório da polícia civil no escândalo da "máfia da merenda". Uma conversa interceptada pela polícia em 2015 mostra que Chebabi e ‘Marrelo’, lobistas da quadrilha da merenda, mantinham contato com o politico. E em troca de participar do esquemão de desvio de verba da comida que deveria alimentar milhares de alunos rede pública, prometeu uma secretaria, a Leonel Júlio ex-deputado e pai de ‘Marrelo’. Mostrando qual é de fato sua preocupação com a educação pública.

8) Escândalos de corrupção ao redor de sua família

Outro ponto de contato com Bolsonaro são escândalos de enriquecimento ilícito que rondam ao redor de suas famílias. Na última semana, o genro e a filha de Russomanno foram acusados de participarem em um esquema milionário de “pirâmide”. Ao menos 18 pessoas pedem na Justiça para serem reparados pelos danos supostamente causados pelo casal. Os pedidos somam R$ 4,5 milhões.




Tópicos relacionados

Eleições 2020   /    Grande São Paulo   /    Jair Bolsonaro   /    Russomanno   /    Política

Comentários

Comentar