Política

ELEIÇÕES 2018

Maioria dos ex-ministros de Temer que disputaram as eleições não conseguiram se eleger

Dos 18 ex-ministros do presidente Michel Temer que se candidataram nas eleições de 2018, apenas 6 conseguiram se eleger. 11 saíram derrotados, e um disputa ainda o segundo turno para governo.

segunda-feira 8 de outubro| Edição do dia

Dos 18 ex-ministros do presidente Michel Temer que se candidataram nas eleições de 2018, apenas 6 conseguiram se eleger. 11 saíram derrotados, e um disputa ainda o segundo turno para governo.

Entre os candidatos que saíram derrotados estão, o candidato à presidência Henrrique Meirelles (MDB); os candidatos federais Antonio Imbassahy, pela Bahia; Leonardo Picciani, pelo Rio de Janeiro; Osmar Serraglio pelo Pará; Roberto Freire por São Paulo; e Ronaldo Nogueira, pelo Rio Grande do Sul. Para senador, foram derrotados Bruno Araújo por Pernambuco; Mendonça Filho, por Pernambuco também; Maurício Quintella, por Alagoas; Romero Jucá, por Roraima; e Sarney Filho pelo Maranhão.

Os únicos 6 ex-ministros eleitos foram Fernando Coelho Filho (DEM), eleito deputado federal por Pernambuco; Marcelo Calero (PPS), eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro; Marcos Pereira (PRB), eleito deputado federal por São Paulo; Marx Beltrão (PSD), eleito deputado federal por Alagoas; Osmar Terra (MB), eleito deputado federal pelo Rio Grande do Sul; e Ricardo Barros (PP), eleito deputado federal pelo Paraná.

Helder Barbalho, que foi ministro da Integração Nacional de Temer até abril deste ano, é candidato ao governo do Pará e foi para o segundo turno contra Márcio Miranda (DEM). Nenhum dos ex-ministros que foram candidatos ao Senado conseguiu se eleger.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar