EM CAMPINAS

Mãe vive morte de segundo filho em obra inacabada de Jonas

Selma de 37 anos, do bairro Satélite Ìris em Campinas, vive pela segunda vez em menos de 2 anos a morte de mais um filho com uma obra inacabada da prefeitura.

segunda-feira 23 de janeiro de 2017| Edição do dia

Pedro Júnior Mendes de Souza, de apenas 4 anos, caiu em um buraco aberto na rua de casa situada no Jd. Satélite Iris I, para uma obra de galeria pluvial de uma construtora terceirizada da Prefeitura de campinas.

A criança de apenas 4 anos morreu afogado e sua mãe Selma, de 37 anos, vive pela segunda vez em menos de dois anos o drama de perder um filho em época de chuvas por obras inacabadas e mal embargadas da prefeitura.

No dia 27 de outubro de 2015, Selma perdeu o filho mais velho, Wanderson Pereira Souza de 18 anos no desabamento de um muro em uma obra no bairro São Bernardo em Campinas.

O bairro Satélite Ìris é o bairro a qual o prefeito de campinas Jonas Donizete se vangloria pelas obras de saneamento básico e pavimentação, lugar onde essa mesma família sofre pela segunda vezes com obras inacabadas pela prefeitura de Campinas.




Tópicos relacionados

Campinas

Comentários

Comentar