Negr@s

RACISMO

Mãe que fez festa de 15 anos para filha sobre escravidão: "racismo é uma acusação pesada"

Empresária, mãe de debutante, contratou pessoas negras para se vestirem de escravas em ensaio fotográfico, no qual aparecem servindo sua filha. Quando combatida nas redes sociais, afirmou ainda que “racismo é uma acusação pesada”.

sexta-feira 16 de março| Edição do dia

O tema da festa será Jardim Imperial e, nas fotos, a aniversariante, branca, de 15 anos, aparece sendo servida por modelos negros vestidos de escravos. As fotos foram tiradas em um sítio na região metropolitana de Belém. Quando questionada, sua mãe, a empresária Bianca Castilho, considerou a acusação de racismo exagerada e ainda afirmou que não passou por sua cabeça menosprezar nenhuma raça, justificando que existem negros e indígenas em sua família.

O caso ganhou repercussão na internet. Sobre isso, a empresária declarou que “é fácil criticar sem ter base no assunto”. Afinal, tudo pelo “sonho de ter uma festa de 15 anos” de sua filha - até mesmo ser sinhá e reviver um período marcado pela escravidão do povo negro. Entretanto, assim como em todos o momentos da história, negros e negras se enfrentaram com tal manifestação de racismo e romantização do período escravocrata, que segue buscando representar os negros em posições serviçais, e a cerimonialista da festa foi obrigada a apagar a imagem e se retratar nas redes sociais.

Essa é mais uma mostra de todos os dias, nos quais, pelas mãos do Estado repressor e assassino, pela história que nos é contada pela burguesia e por meio das piores violências subjetivas e objetivas, esse sistema continua mostrando que é constituído pelo racismo. Assim como nos atos que tomaram o Brasil com o grito de dor e ódio de “Marielle presente”, milhares de negros e negras estarão na linha de frente de derrubá-lo.




Tópicos relacionados

Racismo   /    Negr@s

Comentários

Comentar