Sociedade

EXÉRCITO NA ROCINHA

MBL faz piada com a trágica situação da Rocinha

terça-feira 26 de setembro| Edição do dia

A última do Movimento Brasil Livre foi "atacar" uma matéria do Esquerda Diário que denunciava a repressão sofrida pelos moradores da Rocinha. Sua piada teve como objetivo esconder os abusos cometidos pelos policiais e pelos militares, denunciados amplamente nas redes sociais assim como pelo Esquerda Diário. Veja abaixo:

No "meme", os "militantes" que nunca saíram da Zona Sul para fazer suas falidas campanhas colocam o retrato de trabalhadores em um bar na entrada da Rocinha como se tudo tivesse tranquilo com 14 blindados e mais de mil homens ocupando a favela. Vejamos agora aquilo que o MBL sabe mas preferiu esconder de seus seguidores:

Invasões de casas, mandado de busca coletiva, pertences remexidos e denúncias até de roubo. Mas é claro que o MBL sabe que isto ocorria no sábado na Rocinha, afinal, não é este o mesmo Movimento Brasil Livre defensor de mais encarceramento?

O MBL tem plena consciência de que, na Rocinha, os militares se acham na liberdade de policiar cada respiro dos moradores, que são tratados como suspeitos unicamente pelo fato de morarem na favela, como mostram estes fotos:



FOTO: Domingos Peixoto/Agência Globo

A brutalidade que representa o exército nas vidas destes moradores nós estamos assistindo há meses no Rio de Janeiro, como o exército revistando esta mulher no Jacarezinho, na frente de seus filhos:

ou esta criança sendo revistada à caminho da escola no Muquiço, em Guadalupe:

A ocupação da favela da Rocinha pelas Forças Armadas ocorre ao mesmo tempo que as absurdas declarações de intervencionismo militar do general Mourão, que ecoava setores da Alta Cúpula das Forças Armadas, e que foi defendido em público pelo comandante Villas Boas. Para o Exército, a "iminência do caos" justificaria um golpe militar. Está claro que tanto a atuação do Exército, quanto a do tráfico, serve para amedrontar e disciplinar os moradores das periferias e favelas. E é contra essa opressão que erguemos nossa voz.

O Movimento Brasil Livre se aborrece com a existência do Esquerda Diário, uma mídia de esquerda independente do PT que não se cala frente à opressão e a repressão do estado justificada por uma falida guerra às drogas. Jogamos todos nossos esforços para retratar a realidade dura dos trabalhadores do Rio de Janeiro, enquanto a mídia burguesa como a Globo e o próprio MBL atuam para encobertar toda esta repressão que deixa crianças sem escolas, invade a vida dos moradores e assassina todos os dias as Marias Eduardas e muitos jovens pobres e negros que são vítimas inocentes.

Continue lendo: MBL defende liminar da ’cura gay’ em mais um vídeo cheio de mentiras

21 grandes obras de arte que aterrorizariam o MBL, Bolsonaro e Feliciano

MBL é rechaçado ao tentar fazer ato no centro do Rio em defesa do Escola Sem Partido

Foto de post em apoio a Geddel do MBL viraliza no facebook.




Tópicos relacionados

favela   /    MBL   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar