Educação

MBL, a serviço de Beto Richa, ataca escola ocupada no Paraná

Na noite desta quinta-feira (27) o MBL tentou expulsar os estudantes que ocupam o Colégio Estadual Lysímaco Ferrereira da Costa. Eles arrombaram o portão para entrar na escola contra a vontade dos estudantes.

sexta-feira 28 de outubro| Edição do dia

Assim como ocorreu na semana passada, contra a maior escola do Paraná, novamente o Movimento Brasil Livre esteve à frente de um ataque contra os estudantes. Por volta das 21h eles reuniram algumas pessoas em frente ao colégio e começaram a forçar o portão para entrar, ainda que obviamente sem consentimento dos estudantes que estavam lá dentro e sem mandado judicial.

Segundo o advogado Paulo Lenzi, que ajuda os estudantes na ocupação, o grupo arrombou o portão da escola para colocar um carro de som dentro da instituição de ensino. Segundo os relatos da escola, a ação do grupo foi violenta e considerada ilegal, mas o MBL acabou não conseguindo expulsar os estudantes de sua própria escola, e ela segue ocupada.

Enquanto a própria PM desocupa outras escolas pelo estado com os mandados de Beto Richa, o MBL, a serviço do governador, se antecipa e vai até os locais provocar e agredir os estudantes. Não passarão! Todo o apoio às ocupações e todo o repúdio às ações do MBL e de outros grupos da direita que difamam e tentam acabar com a luta dos estudantes!

Veja o vídeo:




Tópicos relacionados

Ocupação Secundarista Paraná   /    #OCUPATUDO   /    Ocupação Escola   /    Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar