Política

PARTIDO JUDICIÁRIO

Lula se torna réu em ação penal

Na 10ª Vara Federal em Brasília, o juiz Vallisney de Souza Oliveira aceitou mais um processo contra o ex-presidente Lula agora com acusações de crimes de organização criminosa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

quinta-feira 13 de outubro| Edição do dia

Essa é a terceira ação penal aberta contra Lula, que já enfrenta processos contra corrupção, a justiça árbitra mais uma vez para prender o ex-presidente.

Segundo o Juiz, "me convenço da presença de todas as condições de procedibilidade para que seja aceita a ação penal pública incondicionada em face de todos os réus antes nominados. Essas considerações e outras específicas constantes da denúncia levam-me a crer que se trata de denúncia plenamente apta, não se incorrendo em qualquer vício ou hipótese que leve à rejeição, até por descrever de modo claro e objetivo os fatos imputados aos denunciados, individualmente considerados, em organização criminosa, lavagem de capitais e corrupção", escreveu Oliveira.

Ou seja, mais um caso da série “não tenho provas, mas tenho convicções”, a perseguição de Lula por uma justiça que também é bastante seletiva com os casos de corrupção e que não foi eleita por ninguém vem para mostrar como com o golpe a repressão aos movimentos sociais se aprofunda.

Não se trata aqui de defender Lula, que é indefensável, mas sim de quem irá julga-lo.

Com certeza a justiça de Moro que ganha salário de quase 100 mil reais e que legitima um governo golpista, não eleito por ninguém, não prende Lula para favorecer os interesses da população. Conforme denuciamos neste site anteriormente, a Lava Jato está avançando contra o Lula porque quer desmantelar o PT para abrir um caminho para um governo mais imperialista para 2018. Este governo vai dar continuidade aos ataques que já estamos sofrendo.

O único agente que pode julgar os anos de traição dos governos petistas são os trabalhadores e a juventude, não pelas mãos desse judiciário e da direita reacionária.

O PT assimilou os métodos da direita de governar, durante os 13 anos fez acordos com os golpistas e governou para os ricos. Mais do que nunca a crise do petismo precisa ser superada pela esquerda e não pela direita. Neste sentido é preciso combater a direita golpista e seus métodos, que muitas vezes passam pela suposta neutralidade do Judiciário, mas sem apoiar o PT.




Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    "Partido Judiciário"   /    Lula   /    Política

Comentários

Comentar