Política

JULGAMENTO LULA - 3 X 0

Lula é condenado pelo judiciário golpista com aumento de pena pra 12 anos

Os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) condenaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira, 24, no caso triplex.

quarta-feira 24 de janeiro| Edição do dia

3 juízes de Porto Alegre, colegas de Sergio Moro, tomaram a decisão de condenar, sem base jurídica e com "provas" extraídas com métodos completamente arbitrários da Lava-Jato, de modo a impedir que Lula se candidate para as eleições desse ano. Pior, durante o julgamento do recurso da defesa de Lula, o relator tomou a liberdade de ampliar a pena de 9 a 12 anos de prisão. O julgamento cabe recurso.

O voto do relator, Gebran Neto, chegou a declarar que “não importa que Triplex não era do Lula” para tomar sua decisão de inclusive elevar a pena proposta a princípio por Sergio Moro.

O desembargador Leandro Paulsen, segundo a votar, disse que a Lava-Jato era "imparcial", logo ele um colega de trabalho de Sergio Moro, e acompanhou o voto e o aumento da punição ao ex-presidente.

O desembargador Victor Laus foi o último a votar e completou a tríade golpista e que abre margem para um giro ainda mais reacionário por parte do regime. Segundo ele, juízes podem agora "interpretar provas livremente".

Nós do Esquerda Diário e do MRT, repudiamos decisivamente essa condenação, que está longe de se preocupar com o "combate a corrupção". Trata-se de uma condenação com o pleno arbítrio de 3 juízes regados a privilégios e que não foram eleitos por ninguém, sobre todo o processo eleitoral de 2018, em especial sobre o direito democrático básico da população poder escolher em quem votar, mesmo que seja Lula.




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    Golpe institucional   /    Operação Lava Jato   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar