Política

JUDICIÁRIO AUTORITÁRIO

Lula é condenado pela segunda vez pelo judiciário autoritário, exigimos liberdade imediata

É a segunda vez que o ex-presidente foi condenado, dessa vez pela substituta de Moro, Gabriela Hardt.

quarta-feira 6 de fevereiro| Edição do dia

Imagem: SEBASTIÃO MOREIRA (EFE)

Lula foi condenado, nesta quarta-feira (6), a 12 anos e 11 meses por corrupção e lavagem de dinheiro no processo da Lava Jato que apura se ele recebeu propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP).

A condenação de Lula vem um dia depois do "pacote" de medidas liberticidas de Moro que retira a suposição de inocência, dá licença aos policiais para matar, e incrementa o autoritarismo judiciário, e os planos da lava-jato, operando agora também através do executivo com o cargo de Moro de Ministro da Justiça.

Nós exigimos a liberdade imediata de Lula, incondicional, e que repudiamos os métodos da Lava jato e do judiciário autoritário. É impossível lutar contra as reformas, e o Governo Bolsonaro sem ter como alvo o autoritarismo do judiciário.




Tópicos relacionados

Prisão de Lula   /    Julgamento de Lula   /    Sérgio Moro   /    Operação PF contra Lula   /    Lula   /    Política

Comentários

Comentar