Política

LULA E O PT

Lula anuncia que se entregará depois de missa e palanque com candidatos

sábado 7 de abril| Edição do dia

Foto: Carlos Reyes/AFP

Frente à condenação arbitrária pelo STF e à ordem de prisão totalmente autoritária de Moro, roubando o direito de milhões de trabalhadores de votarem em quem quiser, Lula anunciou que vai se entregar para a Polícia Federal, o que ocorreria ainda hoje.

Lula colocou todo centro em apresentar os candidatos nas eleições que o representariam em outubro e alimentando a expectativa de que ele vai voltar para concorrer as eleições, chamando a que todos sejam “sejam Lulas” e exaltando sua trajetória como político, que resumiu com a traição das greves dos 80 e com a rendição pacífica diante da direita golpista e seu judiciário.

Ao contrário da expectativa que setores da esquerda - diferentemente do MRT e do Esquerda Diário - alimentaram de que Lula faria qualquer resistência, Lula se entregou após uma missa, que clamava pela paz. No mesmo clima dos poucos atos que chamaram pelo país, o que primou não foi nenhuma perspectiva de combate contra os golpistas e seus ataques, mas a velha linha eleitoral petista e a apresentação de cada um dos candidatos no palanque. Lula e o PT demonstraram mais uma vez mais que são contra qualquer expressão da luta de classes no país.




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    STF   /    Sérgio Moro   /    Lula   /    Política

Comentários

Comentar