Sociedade

TRAGÉDIA DE BRUMADINHO

Lucro acima de tudo: Vale dará mais dinheiro a acionistas do que indenizações para vítimas de Brumadinho

Mais uma vez a Vale mostra qual a prioridade máxima da companhia: o lucro de seus acionistas.

segunda-feira 23 de dezembro de 2019| Edição do dia

A Vale anunciou que irá remunerar seus acionistas em R$ 7,25 bilhões, na forma de juros sobre capital próprio, referentes ao ano de 2019. O valor supera o total gasto pela companhia nos reparos do rompimento da barragem de Brumadinho (MG).

A companhia estima que, ao fim de 2019, terá desembolsado com reparação, indenizações e despesas pelo desastre US$ 1,6 bilhão (R$ 6,55 bilhões).

O rompimento da barragem de Brumadinho vitimou mais de 250 pessoas, ainda há 14 desaparecidos, no que é o maior acidente trabalhista da história, sendo as vítimas principalmente trabalhadores efetivos e terceirizados da companhia.

A empresa, que já contava com o terrível histórico de Mariana, em que o rompimento de outra barragem sua resultou no maior crime ambiental da história do país, também é responsável por Brumadinho. Documentos mostram que a cúpula da Vale tinha conhecimento dos riscos de ruptura da barragem mas optou por não tomar as devidas providências.

Passado quase um ano do rompimento da barragem a companhia e seus executivos seguem impune. Para combater a negligência e irresponsabilidade das grandes mineradoras em relação a vida de seus trabalhadores, das comunidades e do meio ambiente locla é preciso é preciso lutar pela re-estatização da Vale, sob administração operária e controle da população.




Tópicos relacionados

Vale    /    Minas Gerais   /    Sociedade

Comentários

Comentar