CÚPULA DE BOLSONARO

Lorenzoni, em 2016 afirmou: "caixa 2 não tem desculpinha". Em 2018, pediu desculpas

O futuro ministro da Casa Civil de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni, admitiu em 2017 que recebeu dinheiro por caixa 2. Moro, futuro ministro da Justiça, já o perdoou por ele ter pedido “desculpas”. Cada vez mais podres e longe de combater a corrupção se mostram os setores da extrema direita e do golpismo.

sexta-feira 9 de novembro| Edição do dia

Imagem: Reprodução Facebook

Bolsonaro desde que ganhou a presidência mostrou que não veio para combater a corrupção e que quer usar sua “blindagem” com judiciário, Temer e todos os setores do golpismo para atacar com mais força a população.

Onyx Lorenzoni (DEM-RS) gravou um vídeo em 2016 em que defendia a criminalização de caixa 2. “Daqui pra frente não tem mais mimimi”, dizia o futuro ministro da Casa Civil de Bolsonaro. As noticias em torno do parlamentar aumentaram desde sua nomeação, pois ele próprio admitiu ter recebido caixa 2 em 2017. Aparentemente, os dois pesos e duas medidas para o combate da corrupção. Veja o vídeo:

As eleições mais manipuladas da história mostraram que o judiciário trabalhou para escolher a dedo o próximo presidente da república, com a garantia de aplicar os ataques que pedem os capitalistas. O presente de Bolsonaro à lava-jato foi claro: um superministério para Sérgio Moro. O próprio Moro quando questionado sobre as declarações de Onyx Lorenzoni disse que "já admitiu e pediu desculpas".

Se torna cada vez mais necessário combater o Judiciário que aumenta seu próprio salário em 6 mil enquanto o trabalhador amarga no desemprego e na crise econômica. Temer e Bolsonaro já planejam aprovar uma reforma da previdência ainda mais profunda.




Tópicos relacionados

Caixa 2   /    Bolsonaro   /    Poder Judiciário   /    Corrupção

Comentários

Comentar