Sociedade

CORONAVÍRUS

Leite flexibiliza distanciamento na Serra enquanto surto atinge centenas em frigorífico de Caxias do Sul

Na sexta-feira (19), foram confirmados mais 412 infectados por COVID-19 entre os trabalhadores do frigorífico da JBS em Ana Rech, Caxias do Sul. No dia seguinte Eduardo Leite anuncia que a a bandeira da Serra no distanciamento controlado passará de vermelha para laranja, após uma semana de pressão do empresariado e prefeituras da região. Fica cada vez mais claro que quem controla o ‘Distanciamento Controlado’ são os empresários.

domingo 21 de junho| Edição do dia

Com os 412 exames positivos confirmados na sexta-feira, o frigorífico da JBS soma 436 trabalhadores infectados, entrando na terrível rota dos surtos de COVID-19 nos frigoríficos do Rio Grande do Sul que é responsável por cerca de 30% dos casos confirmados no estado. Também representa um drástico salto no número de casos em Caxias do Sul, que até sexta-feira registrava 637 casos sem contar as novas 412 confirmações no frigorífico.

Apesar desde novo surto em caxias, de o município ter cerca de 90% dos leitos públicos de UTI ocupados e de a Serra possuir diversos municípios entre os mais afetados no estado (dados oficiais do município e do estado), Leite recuou novamente na aplicação de medidas mais restritivas na região, assim como em outras regiões, cedendo à pressão de empresários e prefeitos que querem seguir lucrando às custas de mais adoecimento e morte de trabalhadores.

Leite tenta vender seu plano de ‘Distanciamento Controlado’ como se fosse um planejamento racional que leva em consideração os dados do avanço da doença no RS, mas seus constantes vai-e-vens entre bandeiras demonstra que na verdade é um distanciamento controlado pelos empresários, que atuam constantemente para boicotar as medidas de distanciamento social, enquando empresas e governos não garantem o básico para o combate a pandemia como EPI’s, testes massivos e leitos. Querem que os trabalhadores paguem com suas vidas a conta dessa crise.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Eduardo Leite   /    JBS   /    Caxias do Sul   /    Sociedade

Comentários

Comentar