VENHA CONSTRUIR UMA VOZ ANTICAPITALISTA EM SÃO PAULO

Lançamento da pré-candidatura de Diana Assunção

Construa conosco uma força anticapitalista de milhares de vozes para denunciar que Temer, Cunha, Alckmin e a direita reacionária deram um golpe com o impeachment, para impor ataques ainda mais duros do que os que o PT já vinha aplicando contra os trabalhadores e a juventude. Fora Temer e todos os golpistas, que o PT não ousa enfrentar seriamente. Que os capitalistas paguem pela crise!

quinta-feira 21 de julho de 2016| Edição do dia

Para começar a combater a corrupção, lutamos para que todo político seja revogável e ganhe igual a uma professora, sem nenhum privilégio. 

Construamos juntos a pré-candidatura de Diana Assunção, do Movimento Revolucionário de Trabalhadores, a vereadora de São Paulo pelo PSOL. Se eleita, Diana manterá o mesmo salário de jovem trabalhadora da USP, doando o restante para as lutas dos trabalhadores, das mulheres, da juventude e do povo negro e LGBT. 

Diana é lutadora há mais de 10 anos em defesa da educação e da saúde pública, no combate contra o machismo e as opressões, e sempre esteve na primeira linha contra a precarização do trabalho, especialmente junto às terceirizadas da USP em defesa dos seus direitos.

Só na Grande São Paulo são quase 2 milhões de desempregados. A juventude é a que mais sofre com o desemprego e a falta de educação, transporte, saúde de qualidade e acesso à cultura.

A USP não pode ser como é hoje, para poucos de uma elite branca, onde os que lutam por democracia são reprimidos. A São Remo e toda a comunidade da Zona Oeste têm que ter seu direito a hospitais de qualidade, e sua juventude tem que poder estudar na USP, com cotas rumo ao fim do vestibular para abrir a universidade para o povo.

Venha para o lançamento da pré-candidatura

Com a presença de Christian Castillo, deputado da Frente de Esquerda e dos Trabalhadores da Argentina e do PTS

30 de julho, 15:00
Pça Américo Jacomino, 49 – em frente ao metrô Vila Madalena

Haverá festa ao final com arrecadação voltada para o fundo de solidariedade aos trabalhadores da USP que tiveram seu salário cortado pela greve, chamem todos os amigos, colegas e familiares




Tópicos relacionados

Eleições São Paulo   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar