Internacional

DISCRIMINAÇÃO

Ku Klux Klanx chama a matança de homossexuais para acabar com AIDS

Organização de "supremacia branca" busca intimidar a população LGBT chamando ao assassinato de todos.

quinta-feira 31 de agosto| Edição do dia

O grupo de "suprematistas brancos" fez um chamado aberto aos seus simpatizantes para assassinar homossexuais, assinalando que desta forma se acabaria a AIDS nos Estados Unidos, a ofensiva tem vindo em aumento contra a diversidade sexual, os imigrantes e afrodescendentes.

A organização tem repartido diversos folhetos que convidam a unir-se a Ku Klux Klan, com a imagem de uma pessoa com uma túnica branca e máscara que somente deixa se ver seus olhos, ao se dar conta diferentes meios de imprensa nos EUA.

O texto nos panfletos diz: "Detenha a AIDS: Apoie batendo nos gays. Os homens homossexuais e seus atos são asquerosos e inumanos".

Em outros folhetos somente dizem: "Nossa raça, nossa nação". Os quais estão firmados por "Leais Cavalheiros Brancos KKK" incluindo a direção do site e número de telefone.

Estes grupos que buscam espalhar temor a população e aos grupos diversos que existem nos EUA e no mundo inteiro. Esperam que seus simpatizantes possam fazer o trabalho sujo deles.

É necessária uma ampla campanha em rechaço a este tipo de ameaças, é necessário terminar com estes tipos de grupos "supremacistas brancos" não pode haver nenhum tipo de ambiguidade com eles.




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    Internacional

Comentários

Comentar