Juventude

RIO DE JANEIRO

Justiça rejeita liminar e Colégio Pedro II permanece ocupado

De acordo com a decisão, as possibilidades de diálogo não foram esgotadas, razão pela qual a desocupação permanece improcedente.

terça-feira 22 de novembro| Edição do dia

Cientes da conclusão expedida pela 17ª.Vara da Justiça Federal, os estudantes do Colégio Pedro II (RJ) celebraram a manutenção das ocupações. De acordo com a decisão, as possibilidades de diálogo não foram esgotadas, razão pela qual a desocupação permanece improcedente.

Após audiência realizada no dia 16 de novembro, evento que reuniu uma expressiva parcela da comunidade escolar diante do prédio da Justiça Federal, foi despachada a decisão sobre o pedido de liminar impetrado pelo Ministério Público Federal. De acordo com o MP, existem “sérias questões envolvendo as ocupações, como riscos de homicídios; lesões corporais; consumo de substâncias entorpecentes, que já estariam ocorrendo, de acordo com relatos de pais de alunos; relações sexuais envolvendo menores e possibilidade de estupros”.

Contudo, segundo a conclusão divulgada ontem, “a desocupação dos campi do Colégio Pedro II não deve ser realizada como quer o Ministério Público Federal, por meio da força policial, tendo em vista que os meios ordinários e convencimento ainda não foram esgotados, com alunos e servidores.”

Com a decisão, os estudantes seguem em protesto contra a PEC 55, a reforma do ensino médio e o projeto Escola Sem Partido. Convidados para discursar no Congresso Nacional (24/11), elegeram uma representante e contam com colaborações para financiar seu translado a Brasília. Os interessados em contribuir podem acessar: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ocupa-cpii-no-congresso-nacional




Tópicos relacionados

#OCUPATUDO   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar