Educação

RIO GRANDE DO SUL

Justiça proíbe evento com Boulos, Melchionna e Tarso Genro de ocorrer na UFRGS

A pedido de Marcel Van Hattem (NOVO) e Jerônimo Goergen (PP) o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul proibiu que ocorra na UFRGS o evento "Contra o Fascismo. Pela democracia", programado para quinta-feira (25).

quarta-feira 24 de outubro| Edição do dia

O pedido foi do deputado federal Jerônimo Goergen (PP) e do bolsonarista Marcel van Hattem (NOVO), eleito para o mesmo cargo nessas eleições. O evento "Contra o Fascismo. Pela democracia", está programado para ocorrer na quinta-feira (25) na UFRGS às 18h. Foi anunciada a presença de Gulherme Boulos (PSOL), Fernanda Melchionna (PSOL), Tarso Genro (PT) e Maria do Rosário (PT).

A decisão foi assinada pelo juiz Rômulo Pizzolatti, do Tribunal Eleitoral do Estado (TRE-RS) na terça-feira (23). Segundo ele o evento público não pode ocorrer na instituição mas tem autorização de ocorrer em outro local. O evento vai ocorrer no Brooklin, próximo a UFRGS.

Segundo o juiz a Lei das Eleições prevê no inciso I do artigo 73 que não é permitido "usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração pública direta ou indireta". Ele argumenta sobre o caráter político-eleitoral do evento, "seja a favor de Fernando Haddad, seja contra Bolsonaro". Segundo ele, além de todos os convidados serem apoiadores de Fernando Haddad o evento ocorre no último dia para propaganda política através de reuniões públicas.




Tópicos relacionados

Extrema-direita   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    "Partido Judiciário"   /    Porto Alegre   /    Caxias do Sul   /    Poder Judiciário   /    Educação   /    Política

Comentários

Comentar