Gênero e sexualidade

FEMINICÍDIO

Justiça por Leandra, mulher vítima de feminicídio no Recife-PE

A madrugada do domingo, 9, fez mais uma vítima de feminicídio. Leandra Gennifer, 22 anos, foi brutalmente assassinada a tiros dentro de sua própria casa, no Recife, e o principal suspeito é Raphael Cordeiro Lopes, 32 anos.

quinta-feira 13 de fevereiro| Edição do dia

Foto: Instagram Diario de Pernambuco

Com indícios, inclusive de que o filho de 1 ano estaria presente na cena, esse revoltante acontecimento teria ocorrido depois de uma briga do casal, o marido teria disparado 2 tiros e um acertou Leandra. Ela foi socorrida por um vizinho, segundo informações do Diário de Pernambuco, mas não resistiu e faleceu no caminho para o Hospital Getúlio Vargas.

Na noite de terça, 11, a família de Leandra bloqueou indignada a Avenida Caxangá queimando pneus e ônibus e exigindo justiça por Leandra. E também realizaram uma vigília na delegacia, esperando que Raphael se entregasse.

O caso de Leandra não é um caso isolado, mas parte da absurda situação de violência pela qual as mulheres passam no Brasil. O capitalismo, governado no Brasil por Bolsonaro, a caricatura mais misógina que a direita mostra, legitima e incentiva que a vida das mulheres seja arrancada, ainda mais nessa crise em que o trabalho feminino é devastado com precarização, roubo de aposentadoria.

É fundamental a organização e luta das mulheres junto aos trabalhadores e juventude contra toda forma de opressão e violência contra as mulheres, para o derrubar o capitalismo.

Nesse 8 de março, num cenário em que o Brasil ocupa o 5° lugar no ranking mundial de violência contra a mulher e que Bolsonaro corta os repasses da "Casa da Mulher Brasileira", é necessário que lutemos por Justiça por Leandra e por um plano nacional de combate à violência contra a mulher.




Tópicos relacionados

8M 2020   /    Governo Bolsonaro   /    Feminicídio   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar