Política

CASTA JUDICIÁRIA

Juiz que recebeu 500 mil chama o Brasil de "manicômio de leis"

terça-feira 15 de agosto| Edição do dia

Depois de ter seu pagamento de R$ 503.928,79 divulgado aos quatro cantos da rede, o Juiz Mirko Vincenzo do Mato Grosso demonstrou irritação com os questionamentos que recebeu, defendendo que esta remuneração era "justa e moral". Defendeu o altíssimo privilégio de receber o equivalente a 537 salários mínimos de uma vez só nas redes sociais.

Segundo o site Alagoas 24h, o Juiz sua opinião em uma mensagem em grupos de Whatsapp:

"Se partirmos do preceito generico de imoralidade, a JUSTICA TRABALHISTA vive conferindo ADICIONAIS DE PERICULOSIDADE, INSALUBRIDADE, HORAS EXTRAS, alem de VERBAS por DESVIO DE FUNCAO. Calcule vc que algumas destas verbas trabalhistas pagas sao bem generosas e sempre, evidente, alcancadas pelo beneficiario por intermedio de uma advogado,(...)

Fato que é uma notória inverdade já que a maioria das ações demoram anos, e muitas delas resultam em sentenças em prol do patrão. Só mesmo olhando por debaixo da toga para comparar sua altíssima remuneração com o pagamento mandatório de patrões quando estes são processados pela justiça do trabalho e perdem a causa.

Em seguida o Juiz expõe suas opiniões políticas sobre o tema e sobre sistema judiciário e político Brasileiro:

(...) Muitos q dizem asneiras foram forjados no seio de suas familias “amamentados” por esta “hoje dita imoralidade”.

Fácil: elejam representantes p controlar esse “MANICÔMIO DE LEIS” q è a NACAO BRASILEIRA

, inclusive c BELA REFORMA ADMINISTRATIVA e TRABALHISTA. Inclusive alguns “justiceiros” e “intelectuais de orelha de livros” de ultima hora, q jogam esse tipo de noticias ao vento, elegem representantes de que nada servem e as vezes, mama das tetas daquilo queba conveniencia deles para o fim especifico “nada tem de imoral”. Logo, nao seria justo e nem mesmo coerente alguns grupos de advogados, quero crer isolados, mas tentando fazer coro no meio de muitos, iniciarem a desenvolver teses medicres “de galera”, como q estivessem querendo servir um banquete para 250 pessoas, se utilizando de apenas 1 coxa de frango.(...)

E tem mais:

(...)E mais: tenho outras 2 parcelas iguais a receber. PROMETO q assim q sair mando COPIA do “HOLLERITH” para q nao percam os “seus valorosos tempos” em procurar ao invés de trabalharem e serem produtivos”.

Mais uma demonstração de como o judiciário jamais pode servir aos trabalhadores e ao povo pobre, se enquanto o povo e os trabalhadores sofrem com os cortes do governo golpista, reforma trabalhista (abençoada pelo Juiz) e ameaça de reforma da previdência, toda uma casta judiciária é formada com inúmeros privilégios do estado para legislar em causa própria e à favor da classe dos mais privilegiados, os capitalistas.

E tudo isso com o aval das leis, por isso é mais que necessário impor uma constituinte pela mão dos trabalhadores, aonde os cargos do estado, juízes e políticos, recebam o mesmo salário que uma professora, possam ser revogáveis à qualquer momento, a justiça funcione por juris populares e os juízes sejam eleitos por voto direto.

— 

O vencimento do Juiz consta como: "remuneração – R$ 300.283,27; indenizações – R$ 137.522,61; vantagens eventuais 40.342,96; e gratificações – R$ 25.779,95". Houve um desconto de R$ 88 mil.

A mensagem do Juiz na íntegra:

“O q se pagou foi DIFERENCA DE ENTRANCIA. Exemplo: Juiz de Porto dos Gauchos q atua em Rondonopolis, ou o de Sto Antonio q atua em Cuiaba, de maneira designada, sendo estas Comarcas de ENTRANCIA ESPECIAL, e as outras de PRIMEIRA ENTRANCIA. Ha uma diferenca de valor de subsidio pago entre a PRIMEIRA E OUTRAS ENTRANCIAS. Esse um exemplo. Nisso tudo tem a correcao dos ultimos 10 anos e todos os seus reflexos e verbas reflexas. Isso é perfeitamente normal, nao ilegal e nem mesmo imoral. Se partirmos do preceito generico de imoralidade, a JUSTICA TRABALHISTA vive conferindo ADICIONAIS DE PERICULOSIDADE, INSALUBRIDADE, HORAS EXTRAS, alem de VERBAS por DESVIO DE FUNCAO. Calcule vc que algumas destas verbas trabalhistas pagas sao bem generosas e sempre, evidente, alcancadas pelo beneficiario por intermedio de uma advogado, Profissao q exerci por 10 anos, ostentando a LIMPA FICHA PROFISSIONAL da ADVOCACIA, debaixo do OAB/MT 4673. Quanto a IMORALIDADE, assim nao creio, pq LEIS q jazem no cenário bem antes de eu ter nascido. Muitos q dizem asneiras foram forjados no seio de suas familias “amamentados” por esta “hoje dita imoralidade”. Fácil: elejam representantes p controlar esse “MANICÔMIO DE LEIS” q è a NACAO BRASILEIRA, inclusive c BELA REFORMA ADMINISTRATIVA e TRABALHISTA. Inclusive alguns “justiceiros” e “intelectuais de orelha de livros” de ultima hora, q jogam esse tipo de noticias ao vento, elegem representantes de que nada servem e as vezes, mama das tetas daquilo queba conveniencia deles para o fim especifico “nada tem de imoral”. Logo, nao seria justo e nem mesmo coerente alguns grupos de advogados, quero crer isolados, mas tentando fazer coro no meio de muitos, iniciarem a desenvolver teses medicres “de galera”, como q estivessem querendo servir um banquete para 250 pessoas, se utilizando de apenas 1 coxa de frango. E mais: tenho outras 2 parcelas iguais a receber. PROMETO q assim q sair mando COPIA do “HOLLERITH” para q nao percam os “seus valorosos tempos” em procurar ao invés de trabalharem e serem produtivos”.

FOTO: Facebook / Mirko Vicenzo Giannote / Reprodução




Tópicos relacionados

"Partido Judiciário"   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar