Política

JUDICIÁRIO

Juiz que apreendeu passaporte de Lula já foi afastado da Zelotes por proteger banqueiros

sexta-feira 26 de janeiro| Edição do dia

Um dia após a condenação arbitrária de Lula, Ricardo Leite, juiz da 10a Vara Federal de Brasília, acatou o pedido do Ministério Público Federal, também de Brasília, e proibiu o ex-presidente de sair do país, determinando a entrega de seu passaporte.

Lula viajaria à Etiópia a convite da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) para falar em um congresso sobre o combate à fome, mas foi impedido de deixar o Brasil em mais uma demonstração do crescente autoritarismo do judiciário brasileiro. A justifica do MPF e de Ricardo Leite é que Lula poderia aproveitar a oportunidade e fugir do país, uma vez que, além da condenação resultante do circo armado por Moro e sua turma, o ex-presidente responde por outras ações penais e já vinha adiando seu depoimento em ação derivada da Operação Zelotes pela qual Ricardo Leite é responsável.

Ocorre que, em 2015, o juiz foi investigado pela Corregedoria justamente por suas ações no tocante à Operação. Na ocasião, como lhe é de costume, Ricardo Leite cometeu uma série de arbitrariedades em nome de seus amigos poderosos. À frente da única Vara de Brasília a julgar crimes de lavagem de dinheiro, Leite agiu de modo a boicotar os progressos da Polícia Federal, barrando pedidos de prisão preventiva e paralisando interceptações no momento em que as investigações avançavam para responsabilizar altos funcionários de bancos recordistas de lucro, como Safra, Bradesco e Santander. Leite também foi o responsável pelo fechamento do Instituto Lula em maio do ano passado.

Como vemos, essa não é a primeira vez que o juiz dá suas canetadas a fim de salvar o seus e perseguir os que considera como inimigo. Se há uma lição que Lula e o PT precisam tirar de todo esse processo, e com urgência, é que não haverá trégua nessa guerra de classes que a direita, por meio do seu judiciário e da casta política corrupta, iniciou contra a esquerda e o povo trabalhador. Aqueles que os perseguem hoje, apesar dos braços dados no passado, já não estão mais interessados em nenhum tipo de conciliação. Nesse caso, há muitas provas. Falta, agora, a convicção.

LEIA TAMBÉM Centrais vão esperar Temer aprovar reforma da previdência pra chamar greve geral?




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    Lula   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar